Mecalux acelera o seu crescimento ao aumentar em 19% as vendas do 1º semestre

27/07/2007

A Mecalux acelerou o seu crescimento e fechou o primeiro semestre do ano com um aumento de 19% nas vendas, passando dos €252,1mi no primeiro semestre do ano anterior para os €301mi deste ano. A Mecalux superou as suas próprias expectativas de crescimento devido à excelente evolução nos novos mercados onde o Grupo opera, assim como ao crescimento da divisão de automatização e das necessidades crescentes de gestão de armazenagem em todos os mercados. É de destacar o forte aumento da carteira de pedidos da divisão de armazéns automáticos, que aumentou em 59%, fechando em €56mi no primeiro semestre de 2007. A empresa aposta pela automatização como o futuro da armazenagem.

Evolução positiva dos principais valores
O EBITDA aumentou em 26%, passando dos €37,7mi de 2006 para os €47,6mi do primeiro semestre de 2007 e o resultado antes de impostos aumentou em 67%, passando de €19,1mi para €32mi no primeiro semestre de 2007. Por outra parte, a empresa obteve um lucro líquido de €24,2mi neste primeiro período do ano, traduzindo-se num decréscimo de €100.000 em relação ao período homólogo de 2006, já que em 2006 o Grupo ativou deduções e créditos fiscais nas filiais da Polônia e Estados Unidos, pelo valor total de €19mi, o que se traduz num valor positivo relativo a impostos de €5,2mi.

Crescimento em todos os mercados
EUROPA.
Nos mercados do Sul da Europa (Espanha, França, Itália e Portugal) o aumento das vendas continua a um ritmo elevado de 15%. Na Europa Central e do Leste este crescimento foi mais elevado, alcançando os 67%.

ÁREA NAFTA.
O aumento das vendas foi de 19%. Nos Estados Unidos, a Mecalux registrou um aumento da sua cota de mercado de forma muito rápida e em moeda local o crescimento foi de 23%. No México o crescimento foi superior, alcançando os 26%.

ÁREA MERCOSUR.
O crescimento, em geral, foi de 41%. Um crescimento muito elevado que no caso da Argentina chegou aos 55%, enquanto que, no Chile foi de 7%. É importante destacar a excelente evolução da filial do Brasil que triplicou o faturamento graças à consecução de importantes projetos na zona.

% vendas sobre total de vendas consolidadas
Europa do Sul: 71%
Outros mercados europeus: 6%
NAFTA: 15%
MERCOSUL: 8%

% aumento em relação ao mesmo período de 2006
Europa do Sul: + 15%
Outros mercados europeus: + 67%
NAFTA: + 19%
MERCOSUL: + 41%

Evolução da dívida
O Grupo continua melhorando os seus índices e balanço com um índice de dívida líquida em relação aos fundos próprios de 0,78 vezes. Comparando os semestres homólogos, a dívida líquida é maior em relação ao mesmo período de 2006, passando de €152,9mi para €162,9mi no primeiro semestre de 2007, registra uma melhoria em relação ao fechamento do exercício do ano anterior, quando alcançava os €173mi. Esta evolução positiva deve-se à geração positiva de fluxo de caixa.

Mais informações

Solicitar mais informações

Se deseja saber mais sobre nossa empresa e produtos, entre em contato.