Máxima produtividade na preparação de pedidos da Grégoire-Besson

Máxima produtividade na preparação de pedidos da Grégoire-Besson

O novo centro de distribuição da Grégoire-Besson é formado por um armazém automático de caixas miniload, estantes de paletização convencional e estantes cantilever

plid: 2302572
classNameExpandoValue: {valueId=3804217, companyId=20157, tableId=169426, columnId=3116489, rowId=2302573, classNameId=20002, classPK=2302572, data=case}
className: case
Máxima produtividade na preparação de pedidos da Grégoire-Besson

O novo centro de distribuição da Grégoire-Besson, empresa francesa de equipamentos tecnológicos para o cultivo agrícola, é formado por um armazém automático de caixas miniload, estantes de paletização convencional e estantes cantilever da Mecalux. A combinação desses três sistemas de armazenamento permite organizar a mercadoria em função de suas características e demanda, dinamizando significativamente a preparação de pedidos.

plid: 2302572
classNameExpandoValue: {valueId=3804217, companyId=20157, tableId=169426, columnId=3116489, rowId=2302573, classNameId=20002, classPK=2302572, data=case}
className: case
  • Imagens
  • Ficha técnica
    Armazém miniload
    Capacidade de armazenamento: 10.064 caixas
    Peso máx. por caixa: 50 kg
    Número de transelevadores: 2
    Altura do armazém: 9 m
    Comprimento do armazém: 47 m
    Níveis de armazenamento: 17
    Estantes convencionais
    Capacidade de armazenamento: 4.400 paletes
    Peso máx. por palete: 1.050 kg
    Altura das estantes: 7,5 m
    Estantes cantilever
    Altura das estantes: 5 m
  • Baixar PDF

Sobre a Grégoire-Besson

Com quase 200 anos no mercado, a Grégoire-Besson é uma empresa francesa líder na produção de maquinaria agrícola destinada a otimizar os recursos oferecidos pela terra.

A empresa conta com uma grande presença em âmbito mundial e possui centros de produção na França, Alemanha e Itália. Suas máquinas sobressaem por serem inovadoras, eficientes, resistentes e adaptáveis às características de qualquer terreno agrícola.

Necessidades da empresa

A Grégoire-Besson construiu um novo armazém de 4.500 m2 na localidade de Saint-Germain-sur-Moine (França) devido ao forte ritmo de crescimento registrado nos últimos anos.

Nesse novo armazém, onde a mercadoria é depositada, são preparados os pedidos de peças e peças de reposições. Para conseguir o máximo desempenho e aumentar o volume de expedição diária a empresa necessitava de uma grande capacidade de armazenamento, assim como classificar os produtos de acordo com suas dimensões e rotatividade.

A Grégoire-Besson solicitou o assessoramento da Mecalux com a finalidade de encontrar uma solução que se adequasse a todos os requisitos apresentados. A infinidade de produtos de tamanhos, pesos e classificações diferentes exigiu uma análise muito detalhada de cada um deles.

A solução

A Mecalux equipou o centro de distribuição com três sistemas de armazenamento diferentes:

  • Estantes cantilever
  • Estantes de paletização convencional
  • Armazém automático miniload

Os produtos são depositados na solução de armazenamento mais conveniente considerando suas dimensões e nível de demanda.

 

Gabin Guegan – Responsável pela reposição de peças de Grégoire-Besson
“Com a solução de Mecalux ganhamos em produtividade e eficiência na preparação de nossos pedidos, ao mesmo tempo que melhoramos a gestão e segurança de nossas mercadorias.”

 

Estantes cantilever

As unidades de carga de maior comprimento e de grandes dimensões são depositadas nas estantes cantilever.

Estas medem 5 m de altura e são formadas por colunas e braços prolongados sobre os quais se situa a carga. Estes componentes são facilmente configuráveis e podem ser reajustados para serem adaptados às diferentes alturas e tipos de mercadoria, assim como às futuras necessidades logísticas do armazém.

O nível inferior incorpora estantes com plano aramado que atuam como elementos de rigidificação. Nele são depositados pacotes e paletes de várias dimensões.

Estantes convencionais

Nelas são armazenados tanto paletes quanto caixote. Estas estantes, de 7,5 m de altura e com capacidade para mais de 4.400 paletes, destacam-se pela sua versatilidade de adaptação à grande variedade de referências com volumes, tamanhos e rotatividades diferentes.

O acesso direto a todos os produtos é primordial para a Grégoire-Besson, pois proporciona muita agilidade no momento de gerenciar a mercadoria e preparar os pedidos.

Os operadores percorrem o armazém localizando as referências de cada pedido indicado pelo software de gestão de armazéns Easy WMS da Mecalux através de um terminal de radiofrequência. O picking é feito diretamente dos paletes localizados nos níveis inferiores e nos superiores onde são colocados os produtos de reserva, dispondo da mercadoria necessária a todo o momento.

Em uma parte dos corredores os níveis inferiores das estantes incorporam plataformas extraíveis sobre as quais são depositados os caixotes.

Ao chegar à localização o operador retira a plataforma, o que permite acessar facilmente os artigos que se encontram no interior do caixote.

Armazém miniload

No armazém automático para caixas são depositados os produtos de menor tamanho. Convivem dois modelos de caixas diferentes: por um lado, de 600 x 400 x 240 mm e, por outro, de 600 x 400 x 420 mm.

O armazém é composto por dois corredores com estantes de profundidade dupla em ambos os lados que medem 47 m de comprimento, 9 m de altura e dispõem de 17 níveis.

Por cada corredor circula um transelevador miniload que introduz ou retira a mercadoria de suas localizações de forma automática. Estas máquinas, que trabalham a uma velocidade de translação de 180 m/min e 100 m/min em elevação, incorporam um sistema de extração com pás telescópicas que têm acesso à segunda posição de cada localização das estantes.

Na parte frontal do armazém foi instalado um circuito de transportadores de roletes que leva a mercadoria a dois postos de picking. Estes postos são formados por uma mesa de preparação de pedidos capaz de trabalhar com ondas de quatro pedidos ao mesmo tempo.

Os pedidos são preparados de acordo com o princípio do “produto ao homem”, ou seja, os transelevadores proporcionam a mercadoria aos operadores automaticamente. Em seguida os operadores extraem os produtos indicados pelo SGA colocando-os na caixa correspondente situada na mesa de preparação de pedidos.

Uma vez finalizados os quatro pedidos de cada onda, o circuito de transportadores transfere as caixas para a área de consolidação, localizada em uma lateral do armazém. Ali se encontram duas mesas com terminais informáticos, balanças, seladoras, etiquetadoras e arqueadoras. Os artigos são depositados em caixas de papelão e realizado o processo de embalagem, etiquetagem e emissão da documentação necessária para sua expedição.

Junto dos postos de picking fica um posto de reposição. Conta com os equipamentos necessários para efetuar esta tarefa, ou seja, uma balança, um scanner e um monitor com dispositivos de ajuda.

Área de expedição

Na frente das estantes convencionais foi disponibilizada uma ampla área de recebimento e expedição, que inclui uma área de pré-carga no piso.

Trata-se de uma área destinada à classificação, consolidação e fechamento de pedidos. Os paletes são agrupados no piso em função de sua correspondência com um mesmo pedido ou rota. Os pedidos ficam preparados antes de o caminhão ser carregado com a finalidade de evitar tempos de espera durante a saída da mercadoria.

Software inteligente

A Mecalux implementou o software de gestão de armazéns Easy WMS na instalação da Grégoire-Besson. Trabalha sobre uma base de dados SQL Server em um ambiente virtualizado, otimizando assim o desempenho dos recursos hardware (memória, processador, etc.).

O Easy WMS da Mecalux controla todos os fluxos da instalação, tanto do armazém automático miniload quanto das estantes convencionais. Intervém em todos os processos e operações realizados, desde a chegada da mercadoria, passando pela localização nas estantes, até sua carga no caminhão de distribuição.

O SGA recebe as ordens de entrada do ERP. Uma vez recebida a mercadoria, esta é colocada nas estantes correspondentes dependendo do tipo de produto (em função da utilização de caixas ou paletes) e das estratégias e regras de localização previamente configuradas no SGA.

As caixas são colocadas no piso, à espera de serem introduzidas no armazém miniload. Por outro lado, é atribuído aos paletes uma localização nas estantes convencionais. A mercadoria sem etiquetar é encaminhada diretamente às estantes cantilever.

Para expedir a mercadoria o Easy WMS recebe as ordens de saída do ERP. Em seguida, o SGA pode gerar indicações para preparar pedidos no armazém automático de caixas ou para expedir os paletes completos provenientes das estantes convencionais.

A mercadoria preparada, pronta para sua expedição, é depositada nas áreas de consolidação ou encaminhada diretamente às docas de expedição para ser carregada nos caminhões de transporte.

Na área de consolidação foram disponibilizados, por um lado, uma estação para pedidos express (mais urgentes) e, por outro, dez estações para os restantes pedidos. Ali são depositados os paletes provenientes das estantes convencionais com uma parte do pedido e finalizados com os produtos do armazém automático de caixas.

Para o sistema os pedidos ficam fechados automaticamente quando a mercadoria solicitada já foi carregada no caminhão. Enquanto estiver sendo carregado, o SGA verifica se os diferentes paletes de um mesmo pedido foram atribuídos à mesma transportadora.

Módulo de controle

O Easy WMS da Mecalux mantém comunicação constante com o módulo de controle Galileo da Mecalux, que emite as ordens de movimento aos transelevadores e aos transportadores, encarregados de dirigir as caixas até os postos de picking ou até a área de consolidação.

Benefícios para a Grégoire-Besson

  • Picking eficiente: a organização da mercadoria no armazém garante uma preparação de pedidos rápida e precisa.
  • Alta capacidade de armazenamento: o armazém está equipado com três sistemas de armazenamento diferentes que se adaptam à ampla variedade de produtos da Grégoire-Besson.
  • Gestão inteligente: o módulo de controle Galileo emite as ordens de movimento aos diferentes elementos eletromecânicos do armazém miniload.
Armazém miniload
Capacidade de armazenamento: 10.064 caixas
Peso máx. por caixa: 50 kg
Número de transelevadores: 2
Altura do armazém: 9 m
Comprimento do armazém: 47 m
Níveis de armazenamento: 17
plid: 2302572
classNameExpandoValue: {valueId=3804217, companyId=20157, tableId=169426, columnId=3116489, rowId=2302573, classNameId=20002, classPK=2302572, data=case}
className: case

Fale com um especialista 0800 771 8666

Solicitar informação e/ou orçamento