Hispack 2018 aposta na logística para mostrar a relação do packaging com toda a cadeia de suprimentos

12/02/2018

Hispack 2018De 8 a 11 de maio de 2018 será realizado no Recinto Gran Via da Fira de Barcelona, a Hispack 2018, o salão que adiciona à sua oferta comercial, packaging, processo e logística. Está prevista a participação de 700 expositores, dos quais haverá cerca de 50 empresas especializadas em intralogística, manuseio e armazenamento. Também inclui atividades específicas para os profissionais de logística em forma de conferências, mesas redondas, debates, etc. O diretor da Hispack, Xavier Pascual, atendeu à equipe de redação da Mecalux para explicar os eixos que marcarão a décima sétima edição dessa feira que é uma verdadeira referência no que se refere ao packaging no mercado ibérico.
 

Entrevista a Xavier Pascual, director de Hispack 2018


Quais são as perspectivas para a próxima edição do salão Hispack 2018?

As perspectivas são muito boas, estão em consonância com o bom andamento da indústria do packaging e de uma conjuntura econômica mais favorável. Faltando meio ano para sua realização, a Hispack já ultrapassou a superfície ocupada em 2015.

Ocupará 35.000 m2 líquidos de exposição em três pavilhões no Recinto Gran Via onde reunirá 700 expositores diretos, o que representa um aumento de 12% em superfície e 15% em número de stands comparativamente à convocatória de três anos atrás. A Hispack 2018 inclui packaging, processo e logística. Queremos demonstrar que o packaging é um elemento cada vez mais decisivo na estratégia global de qualquer empresa, não só na transmissão da experiência de marca, mas também no momento de determinar as necessidades técnicas de fabricação e conservação dos produtos, da cadeia de suprimentos e do ponto de venda.

Por que o salão aposta na logística?

Nesta edição vamos um passo mais além, pois apostamos forte na logística para mostrar a relação do packaging com toda a cadeia de suprimentos, uma vez que os envases e as embalagens são elementos imprescindíveis durante a fase de distribuição e comercialização dos produtos.

Portanto, queremos oferecer uma visão global sobre o packaging dos processos logísticos visando convertê-lo em um dos quatro desafios abordados nesta nova edição pela Hispack junto da automatização e digitalização, da sustentabilidade e da experiência de uso. Com as soluções apresentadas por meia centena de empresas vinculadas à logística e um programa de conteúdos sob medida, queremos atrair diretores e responsáveis de logística, produção, movimentação, automatização, operações, cadeia de suprimentos e compras das principais empresas do setor industrial e de consumo e da grande distribuição.Ciclo de packaging

Que relação tem a logística com o packaging?

Como comentei o envase e a embalagem desempenham um papel crucial nos processos logísticos, pois qualquer bem tangível necessita de um envase ou de uma embalagem para poder ser transportado desde que sai da fábrica até seu consumo final ao longo da cadeia de suprimentos. Neste ponto, a Hispack quer abordar e, sobretudo, integrar os três níveis onde ocorre esta relação entre o packaging e a logística: os processos intralogísticos das marcas, a otimização dos processos logísticos da própria indústria do packaging e, finalmente, a melhoria das operações na cadeia de suprimentos dos diferentes setores industriais que interagem com os produtos envasados e embalados. Portanto, nesse sentido, o packaging também contribui para a automatização e digitalização da logística assegurando a rastreabilidade do produto e oferecendo informação em tempo real durante todo o processo.

Qual o nível de internacionalidade da Hispack e, mais especificamente, do setor da logística?

Este ano esperamos crescer também em internacionalidade, fato que confirma que o mercado espanhol do packaging volta a ser atrativo para empresas de outros países. Prevemos que quase uma terceira parte dos expositores diretos da Hispack será proveniente do exterior. Depois da Espanha, o país que proporciona mais empresas até o momento é a Itália, seguida da Turquia, Alemanha, França, Países Baixos, Portugal e China.

Também esperamos contar com expositores internacionais do setor da logística.

O que busca o profissional quando visita o salão Hispack?

A Hispack atrai profissionais de diferentes setores como alimentação, bebidas, química, farmácia, cosmética, perfumaria ou produtos de higiene e limpeza, equipamentos, entre outros setores industriais e de consumo, assim como representantes da grande distribuição.

Todos convergem em um ponto: buscam descobrir novas soluções de maquinaria, tecnologias, processos, novos materiais e packaging adaptadas às suas necessidades.

Setores mais demandados

Qual o valor agregado da Hispack em relação às demais feiras do setor?

A Hispack é a grande feira da indústria do envase e da embalagem do mercado ibérico, por isso se destaca pelo seu poder de convocatória de todo o ecossistema de packaging com a melhor oferta e demanda. Somos facilitadores, pois procuramos fazer coincidir o máximo de sinergias no mesmo espaço para que os expositores e visitantes possam aproveitá-las. Além disso, sabemos criar espaços de conhecimento e networking em relação ao packaging de forma que serão úteis para os profissionais dos diferentes setores.

Também contribuímos no sentido de promover a internacionalização do setor, porque muitas PMEs conseguem exportar para países que nem sequer tinham imaginado graças aos contatos realizados na feira ou devido à participação em encontros empresariais.
 

Xavier Pascual

Para Xavier Pascual, esta é a quinta edição em que estará no comando da Hispack. Barcelonês de 55 anos, conta com uma extensa trajetória profissional ligada à Fira de Barcelona, entidade à qual se incorporou em 1989 e na qual dirigiu mais de uma dezena de salões de diferentes setores. Experiente gestor ferial formado em gestão empresarial e de marketing, Pascual também dirige desde 2014 a Unidade de Negócio de Packaging, Printing & Retail da Fira de Barcelona onde acontecem, entre outros, os salões Hispack e Graphispag que compartilham importantes sinergias. Pascual é professor associado nas áreas de marketing e eventos em diversos MBAs da Universitat Abat Oliba - CEU e da Escola Universitária de Hoteleria e Turismo CETT.