O armazenamento de produtos químicos envolve riscos específicos a serem considerados no projeto das instalações

Os desafios do armazenamento de produtos químicos: projetos de sucesso

21 Agosto 2020

As instalações dedicadas ao armazenamento de produtos químicos devem cumprir rigorosos requisitos de segurança, uma vez que em muitos casos se trata de mercadorias perigosas. Esses fatores geram uma preocupação extra, pois muitas empresas precisam de substâncias químicas de vários tipos para o correto desenvolvimento de sua atividade. Sejam matérias-primas, semielaboradas ou acabadas.

Em nosso artigo analisamos os principais pontos a considerar no momento de projetar e equipar um armazém para a armazenagem de produtos químicos, assim como exemplos reais das soluções adotadas em diferentes projetos.

Os riscos do armazenamento de produtos químicos em âmbito industrial

Grande parte dos riscos que existem nos armazéns provém das características das mercadorias depositadas. No caso do armazenamento de produtos químicos, o nível de perigo depende de:

  • O volume e a classe às quais pertencem os produtos químicos armazenados.
  • A organização e distribuição dos produtos químicos na instalação de armazenagem.
  • As condições de armazenagem: tanto ambientais (temperatura, umidade, etc.) quanto do equipamento (equipamentos de movimentação, embalagens, paletes, entre outros).
  • A forma de atuar dos trabalhadores, a qual está vinculada ao treinamento em prevenção de riscos ocupacionais.

Segurança, prioridade para o armazenamento de produtos químicos

O armazenamento de produtos químicos é regulado por normas de segurança específicas de cada país, no Brasil, se baseiam em uma regulamentação comum aprovada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Vejamos os principais aspectos que devemos considerar em relação ao armazenamento de produtos químicos:

1. Determinar o nível de periculosidade dos produtos químicos

A identificação de cada tipo de substância é determinada pelo ABNT NBR 14725-3:2017. Essa norma fixa as premissas de segurança para rotular os produtos químicos armazenados.

A partir dessa informação, será possível estabelecer o nível de periculosidade dos produtos químicos e se procederá à contagem do volume armazenado de cada tipo.

Um alto volume de produtos químicos armazenados aumenta os riscos na instalação
Um alto volume de produtos químicos armazenados aumenta os riscos na instalação

2. Garantir as corretas condições de armazenamento

As condições de armazenagem adequadas estão relacionadas à classe de produto químico armazenado. Existem nove classes de produtos químicos com exigências técnicas específicas para seu armazenamento: líquidos inflamáveis e combustíveis, óxido de etileno, cloro, amônia anidra, gases comprimidos e liquefeitos sob pressão, líquidos corrosivos, líquidos tóxicos, fertilizantes à base de nitrato de amônio e peróxidos orgânicos.

Uma vez que os produtos químicos estejam classificados e identificados como parte dos diferentes grupos, é preciso recorrer às normas reguladoras específicas para cada classe. Nas normas constam as diretrizes relativas às condições de segurança que devem ser cumpridas pelos armazéns nas seguintes áreas:

  • O projeto e construção do armazém: fixam as distâncias de segurança exigidas entre os produtos químicos, compatibilidades, a localização do armazenamento (seja interior ou armazém exterior, ou com estantes industriais, módulos ou armários), equipamento recomendado para seu manuseio, as normas de empilhamento, entre outros fatores.
  • As embalagens e recipientes utilizados para o armazenamento de produtos químicos: para mercadorias a granel destacam-se os contêineres IBC (bulk container) ou GRG (grande recipiente de mercadorias a granel). Geralmente, as embalagens para produtos químicos são fabricadas em aço ou aço inoxidável (com a vantagem de que praticamente não precisam de manutenção devido à sua grande durabilidade e resistência) e em PEAD ou polietileno de alta densidade (um material alternativo, leve, flexível e resistente a baixas temperaturas).
  • Os sistemas de monitoramento das condições de armazenamento (temperatura, umidade) e sistemas de proteção (por exemplo, contra incêndios) necessários na instalação como parte da política de segurança e prevenção de riscos do armazém.
  • Os requisitos quanto a revisões periódicas: uma vez em funcionamento, o armazém de produtos químicos deve ser submetido a inspeções periódicas que garantam a continuidade dessas condições de segurança. As inspeções podem ser realizadas por empresas devidamente habilitadas por organismos de controle certificados pelo Governo.

3. Analisar a compatibilidade de produtos químicos para sua distribuição no armazém

No momento de elaborar o layout do armazém é crucial ponderar as diferentes compatibilidades entre produtos químicos porque:

  • O armazenamento de produtos químicos sem as medidas de segurança exigidas pode expor a instalação a um elevado risco de acidentes, uma vez que as substâncias podem reagir entre si com consequências nefastas.
  • Caso ocorra uma explosão, incêndio ou geração de gases tóxicos, a presença de produtos químicos incompatíveis pode acelerar a combustão e oferecer dificuldades extra na extinção do problema.

Como regra geral só devem ser armazenados juntos produtos químicos que compartilhem a mesma classe de perigo.

Os sistemas automáticos facilitam o manuseio de cargas com segurança nos armazéns de produtos químicos
Os sistemas automáticos facilitam o manuseio de cargas com segurança nos armazéns de produtos químicos

4. Garantir um manuseio seguro dos produtos químicos

A empresa deve garantir que o movimento de produtos químicos nas instalações de armazenagem se desenvolva com o máximo controle e segurança. Nesse sentido, é preciso destacar dois fatores:

  • Treinamento em prevenção de riscos ocupacionais (PRL) adequado para os trabalhadores: os operadores devem ter conhecimento de quais são as propriedades dos produtos químicos armazenados, qual EPI (Equipamentos de Proteção Individual) devem utilizar, o perigo que pode acarretar um manuseio inadequado e como agir diante de um incidente.
  • Procedimentos claros para o manuseio de cargas: os equipamentos de movimentação intervêm em todas as operações de carga, descarga, armazenamento e transporte de substâncias químicas. Por isso, os procedimentos de trabalho devem considerar a periculosidade dos produtos e ajustar as medidas de segurança a ser adotada para cada caso.

5. Desenvolver um plano de emergência para o armazém de produtos químicos

Cada instalação de armazenagem deve contar com um plano de autoproteção e emergência preparado para atuar em caso de acidente (incêndio, derramamentos ou vazamentos de substâncias…). Tal plano será incluído na fase do projeto do armazém e conterá as instruções sobre como devem atuar os serviços de emergência e os trabalhadores do armazém.

Como limitar os riscos do armazenamento de produtos químicos? Estratégias e projetos de sucesso

Na logística de armazenagem parte das soluções para mitigar os riscos desse tipo de armazém gira em torno de três aspectos:

1. ‘Layout’ setorizado para armazéns de produtos químicos

As exigências de compatibilidade entre produtos químicos dão como resultado instalações de armazenagem altamente setorizadas, onde cada área funciona de forma independente por razões de segurança, mas também operacionais.

Como exemplo desse tipo de layout com zoneamento podemos citar as instalações da empresa italiana Cromology, equipadas com estantes convencionais e compactas da Mecalux. Cabe destacar que a segurança foi reforçada ao dotá-lo de:

  • Sinalização para a circulação interna: foram instaladas guias nos corredores de armazenamento para minimizar o risco de impactos entre empilhadeiras e estantes.
  • Corredores de emergência transversais: cruzam transversalmente as linhas das estantes. Ajudam a descongestionar o trânsito interno e funcionam como passagem de emergência. Além disso, os módulos superiores desse corredor são aramados para protegê-los da eventual queda de mercadorias.
Os corredores de emergência transversais melhoram a segurança nos armazéns de produtos químicos
Os corredores de emergência transversais melhoram a segurança nos armazéns de produtos químicos

2. Automatização no manuseio de produtos químicos em armazéns

Em muitos armazéns de produtos químicos optou-se por automatizar suas operações para, dessa forma, melhorar a precisão e a segurança no manuseio de cargas. A multinacional do setor químico BASF confiou na Mecalux para elaborar o projeto e equipamento de seu novo armazém no Brasil.

Decidiu construir um armazém completamente automatizado com transelevadores e transportadores de paletes, assim como incluiu robôs de picking automático. A estrutura de estantes autoportantes busca a máxima estabilidade da instalação. Os elementos automáticos, comandados pelo software de controle Galileo e pelo Sistema de Gerenciamento de Armazém Easy WMS, contribuem para eliminar os erros humanos nos movimentos dos produtos químicos.

3. Controle exaustivo do status e características do estoque graças ao WMS

Já vimos que as informações relativas a cada classe de produto químico são primordiais para controlar sua distribuição e respeitar as regras de compatibilidade estabelecidas pelas normas. Nos armazéns automatizados, como os que a Mecalux fez para a Lakma na Polônia, o software de gerenciamento de armazém Easy WMS desempenha uma tarefa fundamental:

  • Mantém atualizados os dados do estoque em tempo real tanto de seu nível quanto de suas características. Por exemplo, aparecem as informações referentes à data de recebimento/envio, a rastreabilidade da mercadoria, o pessoal que manuseou o produto, nível de periculosidade, lote de fabricação, entre outros parâmetros logísticos.
  • Gerenciar a seleção de localizações de forma inteligente: estabelece regras que controlam a entrada e saída dos produtos para a área do armazém que corresponda em função de certos parâmetros logísticos. Uma vez que o manuseio está automatizado, essas ordens são comunicadas ao software de controle para executá-las.

Soluções para armazenagem industrial de produtos químicos

Na Mecalux, trabalhamos com armazéns de produtos químicos de empresas de todo o mundo, às quais ajudamos a resolver o desafio que representa armazenar e manusear tais tipos de mercadoria com segurança. Você gostaria de contar com a experiência da Mecalux durante a elaboração do projeto, reformulação ou definição e instalação dos equipamentos de seu armazém? Entre em contato conosco e um de nossos consultores especializados analisará seu caso em profundidade para encontrar a melhor solução.