Sinalização do chão do armazém: como fazer e que normas se aplicam?

26 Março 2021

A sinalização do piso do armazém consiste em cobrir o pavimento de uma instalação logística com indicações. Esta medida de segurança minimiza possíveis riscos no armazém e, por sua vez, serve para organizar o espaço.

Para evitar riscos no armazém, as superfícies destinadas às tarefas de armazenagem ou áreas onde circulam equipamentos de movimentação e pedestres devem ser marcadas e visualmente diferenciadas.

Vamos ver como são os sinais, quais as normativas que devem cumprir e quais as vantagens de um armazém devidamente sinalizado.

Por que sinalizar o chão do armazém?

A sinalização do piso do armazém é uma forma de delimitar as áreas de trabalho. É uma medida de segurança que cumpre a função de ajudar os operadores e alertar para os riscos de forma muito visual, clara e óbvia.

Todas as áreas onde pode haver risco para os operadores estão sinalizadas, como a localização de substâncias e produtos perigosos. Também são indicadas as saídas de emergência, as áreas onde existem obstáculos e os locais onde se encontram os sistemas de incêndio, para torná-las mais fáceis de localizar.

É aconselhável sinalizar apenas as áreas essenciais do armazém, pois uma sinalização excessiva poderia confundir os operadores que trabalham na instalação com regularidade.

As principais razões para sinalizar corretamente o armazém são:

  • Cumprir as normativas. As normas NBR 15.524-2/2008 e NBR 7195:2018 da ABNT tratam das cores utilizadas para sinalização, das medidas aplicadas em instalações de armazenagem e obrigam as empresas a sinalizar o piso do armazém. 
  • Aumentar a segurança. A sinalização constitui uma medida de prevenção de riscos ocupacionais. Por exemplo, evitando que os operadores cruzem com as empilhadeiras, os atropelamentos são evitados.
  • Organizar o espaço. Delimitar áreas de trabalho ajuda a manter a ordem. É fundamental que o armazém esteja bem organizado, pois uma boa distribuição influencia positivamente todas as atividades.
  • Minimizar as viagens. Como tudo está sinalizado, os operadores sabem para aonde ir, o que aumenta a velocidade das transferências e, consequentemente, a produtividade.

O movimento constante de pessoas e produtos no armazém aumenta a probabilidade de acidentes (principalmente, colisões e quedas). De acordo com o Eurostat, na Europa, ocorrem 300.000 acidentes no setor de logística todos os anos. Parte desses acidentes acontecem ao se deslocar de um ponto a outro no armazém. Para evitar qualquer risco, não há dúvidas sobre a eficácia da sinalização do armazém.

Tipos de sinalização no armazém

O piso do armazém é sinalizado de diferentes maneiras. Graças às normas de segurança, perigos, proibições ou informações são representados com formas e cores distintos, como nos sinais de trânsito. Assim, por exemplo, se vemos um sinal triangular, sabemos que é um aviso de perigo. Por outro lado, se for quadrado, é informativo.

Normalmente, a marcação é feita com tintas especiais à base de resinas, por serem mais resistentes ao desgaste e à abrasão. Com o auxílio de uma máquina de demarcação ou com moldes, são traçadas linhas para delimitar as áreas. Essas tintas devem ser preparadas para a passagem de veículos e não podem ser escorregadias.

Também são utilizados adesivos antiderrapantes, especialmente resistentes à água, temperaturas extremas e exposição solar. Normalmente são colocados diretamente no solo ou em escadas, pois, por serem antiderrapantes, minimizam os escorregões. Podem ser de cores diferentes, principalmente amarelo e preto para alertar sobre o perigo de queda ou tropeço.

A fita adesiva antiderrapante é particularmente resistente para marcar o chão do armazém
A fita adesiva antiderrapante é particularmente resistente para marcar o chão do armazém

Dicas para uma boa sinalização industrial

Antes de marcar o piso do armazém, a primeira coisa a fazer é documentar e conhecer a normal legal em vigor. Por exemplo, é fundamental saber as cores que podem ser utilizadas ou as áreas que devem ser diferenciadas para atender a sinalização industrial.

Em seguida, deve-se avaliar a distribuição e organização do espaço do armazém para identificar possíveis riscos.

O próximo passo é escolher o tipo de sinalização adequado (tinta ou fita adesiva). A sua escolha vai depender das características do pavimento e se a marcação é temporária ou permanente. As empresas com mudanças frequentes na organização do seu armazém tendem a optar pelas fitas adesivas.

O ideal é que o armazém esteja em temperatura ambiente para a aplicação de tintas ou adesivos. Da mesma forma, é imprescindível que o piso esteja limpo e seco, livre de poeira, graxa ou óleo para facilitar a sua fixação.

Por último, o gestor de logística é responsável por revisar as marcações do piso para controlar seu correto estado e garantir sua limpeza adequada.

Regulamentações sobre a sinalização do piso do armazém

No Brasil, as medidas de segurança e sinalização no armazém são ditadas pelas normas NBR 15.524-2/2008 e NBR 7195:2018 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Manter o armazém seguro e bem sinalizado é fundamental para o bem-estar dos funcionários e a otimização da instalação. 

Cor

A norma descreve as cores de segurança que podem ser usadas tanto para a sinalização dos painéis como para a marcação de linhas no solo:

Cor Significado Indicações e detalhes
Vermelho Sinal de proibição. Comportamentos perigosos.
Materiais e equipamentos de combate a incêndio. Parada obrigatória e evacuação.
Amarelo/Amarelo alaranjado Sinal de aviso/Perigo - atenção. Atenção, cuidado/verificação.
Azul Sinal de obrigação. Comportamento ou ação específica/Obrigação de usar equipamentos de proteção individual.
Verde Sinal de salvamento ou de socorro. Portas, saídas, passagens, equipamentos, kits de primeiro socorros, estações de resgate ou ajuda, instalações.
Situação de segurança. Retorno à normalidade.

Para que essas cores sejam mais eficazes, é necessário evitar que outras placas limitem sua visibilidade ou que fiquem muito próximas umas das outras.

Obstáculos e lugares perigosos

Devem ser sinalizadas as áreas onde existe o risco de colisão com obstáculos, queda de objetos e pessoas.

Por exemplo, são sinalizadas as passagens inferiores que atravessam as estantes para paletes transversalmente e que facilitam o fluxo dos movimentos, cumprindo a função de saída de emergência.

Para esta função, o mais comum é usar listras amarelas e pretas ou listras vermelhas e brancas.

Sinalizações que podem ser colocados em áreas onde existem obstáculos no armazém
Sinalizações que podem ser colocados em áreas onde existem obstáculos no armazém

Vias de circulação

As rotas de circulação de veículos devem ser claramente identificadas por faixas de cor visível, de preferência branca ou amarela, tendo em consideração a cor do terreno. 

Para localizar essas faixas, deve ser considerada a distância de segurança entre os veículos e qualquer objeto que possa estar nas proximidades, incluindo os próprios funcionários.

Un almacén con un suelo bien señalizado repercute en la seguridad de los operarios
Un almacén con un suelo bien señalizado repercute en la seguridad de los operarios

Um armazém sinalizado e seguro

Garantir a segurança é uma das prioridades de qualquer empresa. Treinamento, prevenção, responsabilidade e manutenção minimizam riscos às pessoas, interrupções no serviço e danos às mercadorias.

A sinalização é uma das formas mais eficazes de garantir a segurança do armazém, porque permite que os operadores identifiquem ameaças potenciais de uma forma muito visual. No entanto, recorde-se que se trata de mais uma ação preventiva, complementar a outras medidas igualmente eficazes para garantir o correto funcionamento do armazém, como, por exemplo, as inspeções técnicas das estantes.

Na Mecalux, comercializamos soluções de armazenagem e gestão em mais de 70 países, portanto, temos uma perspectiva global das regulamentações que se aplicam em diferentes países em termos de saúde e segurança no trabalho.  Entre em contato conosco para que possamos analisar a situação de seu armazém e ajudá-lo a aplicar as melhores medidas de segurança.