Paletes

Os paletes são os suportes mais utilizados para a manipulação dos produtos e seu armazenamento nas estantes. Os mais utilizados são os paletes de madeira, porém, recentemente estão ganhando espaço os paletes de plástico que, aliás, podem ser fabricados com materiais reciclados. Por último, em certos setores também são utilizados paletes de metal, já que são mais resistentes, embora, em contrapartida, também são mais pesados e seu preço mais elevado.

No momento de escolher o tipo de  palete mais conveniente para o armazém, além do material com que ele é feito, também é fundamental ter em conta as medidas do palete. De acordo com o tipo de produto, o sistema de armazenagem e a normativa existente em cada país, será mais recomendável um ou outro tipo de palete. Por exemplo, nos países europeus, o formato mais utilizado é chamado de Palete Europeu ou Europalete, com mediadas padronizadas de 1.200 mm de comprimento por 800 mm de largura, que oferece a grande vantagem de poder ser utilizado junto a qualquer sistema de armazenagem. 

As medidas padronizadas do palete europeu também permitem otimizar a carga dos paletes, uma vez que, nos casos em que os produtos se apresentam em caixas, facilida o empilhamento sobre os paletes, sempre que as medidas das caixas forem submúltiplas de 1.200x800 mm.  

Um palete padrão

  • Paletes de madeira

    Os paletes de madeira são os mais utilizados. Existem diversos modelos no mercado, com medidas e acabamentos diferentes.

  • Paletes metálicos

    O uso mais frequente dos paletes metálicos é feito na indústria de automação e na metalúrgica.

  • Paletes de plástico

    Em comparação com os de madeira, os paletes de plástico oferecem certas vantagens (mais leves, mais fáceis de limpar, etc.), porém, também algumas desvantagens.