Gerenciar com êxito as operações de logística na alta temporada é um desafio

Como planejar as operações logísticas durante a alta temporada?

12 Fevereiro 2020

Apesar de que cada armazém ou centro de distribuição é um mundo que conta com suas próprias regras e atores envolvidos, um dos desafios comuns é a organização de operações logísticas durante a alta temporada. Nessa época, o armazém pode se converter em uma panela de pressão a ponto de explodir. Como lubrificar a maquinaria para que flua sem erros durante a alta temporada?

Indicamos boas práticas para aplicar no armazém e ajudar as operações logísticas a funcionarem de forma fluida inclusive sob pressão.

1. Analise as operações logísticas no armazém

Detectar pontos de melhora é o primeiro passo para a otimização dos processos. Nesse sentido, o picking e a preparação de pedidos são as operações logísticas que mais tempo e recursos consomem no armazém. Por isso, é essencial analisar cada detalhe para detectar ineficiências e adaptá-las a um período de grande atividade.

Inclusive as mudanças mais insignificantes podem ser de vital importância na avaliação global. Por exemplo, ter suficiente estoque de embalagens e que estas estejam bem localizadas na área correspondente pode evitar idas e vindas desnecessárias. Além disso, trata-se de um elemento especialmente importante em períodos de grande atividade tais como o Natal, liquidações ou eventos como o Black Friday.

Analise a fundo todos os processos desenvolvidos em seu armazém junto a equipe de operadores: o recebimento da mercadoria, sua expedição e inclusive outras atividades, tais como as operações de cross docking.

2. Revise o layout e adapte-o, se for necessário

O impacto do layout do armazém diante das operações logísticas durante a alta temporada é fundamental. A disposição do estoque e das áreas de preparação de pedidos também afetam diretamente o investimento feito no picking.

Durante os picos de atividade, os esforços se concentram em coletar a mercadoria indicada e retirá-la pela porta com a maior brevidade possível. Para agilizar o processo, talvez seja conveniente otimizar o fluxo de materiais no armazém.

Outra das medidas que é preciso considerar é a viabilização de áreas adicionais dedicadas ao acondicionamento de pedidos ou tentar simplificar o processo de embalagem da mercadoria.

Para determinar se as necessidades envolvem uma mudança temporária no layout, é necessário contar com informações relativas às previsões de demanda. No final, o armazém não funciona como um núcleo separado dentro da cadeia de suprimentos, por isso deve estar diretamente interligado com todos os elementos que o compõem.

Treinar a força de trabalho é essencial para coordenar de forma bem-sucedida as operações logísticas
Treinar a força de trabalho é essencial para coordenar de forma bem-sucedida as operações logísticas

3. Não ignore o treinamento dos operadores

A versatilidade dos operadores é um dos pontos importantes quando falamos de operações logísticas durante a alta temporada. No entanto, trabalhar sob pressão sem as ferramentas adequadas pode ser contraproducente. O treinamento é um fator-chave que proporciona aos operadores as habilidades necessárias para desempenhar suas funções com eficácia durante os picos de atividade. Destacamos dois tipos:

  • Treinamento contínuo da força de trabalho: a rotatividade em postos de trabalho permite que todos os trabalhadores sejam capazes de desenvolver tarefas em diferentes âmbitos. Além disso, caso sejam utilizados sistemas de armazenagem automáticos ou exista um software de gerenciamento de armazéns, todos os trabalhadores devem ter o conhecimento necessário para poder operá-los.
  • Treinamento inicial efetivo: durante a alta temporada é comum reforçar a força de trabalho com funcionários temporários. Para que sua incorporação seja rápida e frutífera, elabore um plano de treinamento express específico para eles.

4. Aproveite ao máximo as funcionalidades do WMS

O uso do WMS é uma grande ajuda para gerenciar um armazém durante a alta temporada. Graças ao programa, que vai indicando passo a passo as tarefas que devem ser executadas e em que ordem, as operações se automatizam potencializando as atividades. Dessa forma, a incerteza desaparece inclusive nos picos de atividade.

Usando como exemplo o Sistema de Gerenciamento de Armazéns Easy WMS da Mecalux, destacamos o módulo Labor Management System, que é especialmente útil para coordenar os operadores durante a alta temporada.

Como vimos, existem muitas áreas que podem ser aprimoradas no armazém. Em muitos setores, a época de pico de atividade logística se concentra no Natal, porém também existem armazéns em que o aumento da demanda ocorrem em outras datas. Siga nossas dicas e tire proveito do potencial de seu armazém e de seu WMS reduzindo os riscos operacionais nas épocas de maior atividade logística.