A aplicação do sistema just-in-time no armazém envolve ter um WMS eficaz

As bases do sistema just in time (JIT) em logística

26 Fevereiro 2020

O sistema just in time (JIT) tem o objetivo de contar com a quantidade necessária de matérias-primas ou produtos no espaço exato e no momento preciso. É simples descrevê-lo, porém aplicar esse método na empresa exige desafios e mudanças organizacionais em todos os elos da cadeia de suprimentos.

Em um paradigma empresarial guiado pelo sistema JIT (just in time), a logística adquire grande importância. É a encarregada de que o circuito entre fornecedores, produtores, centros de distribuição e cliente final seja eficiente e funcione sem falhas.

Vantagens do sistema just in time para as empresas

  • Produzir o que é necessário, quando for conveniente e na quantidade precisa tem uma consequência fundamental: se reduzem os níveis de estoque e, com isso, os custos associados a ele.
  • Diminui o risco de obsolescência do inventário, uma vez que conta com níveis de estoque mínimo.
  • A flexibilidade do sistema just in time proporciona à empresa uma maior capacidade de reação diante de mudanças imprevistas no mercado.

Exigências do método JIT

  • Exige uma coordenação adequada com os fornecedores e os clientes mantendo um fluxo de informação contínuo e controlado.
  • Requer que a empresa adapte seus processos de abastecimento e critérios de seleção de fornecedores. Por exemplo, já não será possível ter acesso a preços especiais devido às compras em grande escala e, por outro lado, será essencial priorizar a confiabilidade do serviço oferecido pelos fornecedores.
  • Apesar de oferecer mais flexibilidade à empresa para adequar os níveis de estoque à demanda, a metodologia just in time (JIT) também pode reverter-se negativamente caso a demanda aumente repentinamente.

Características do armazém adaptado ao sistema just in time

Como um armazém que utiliza o sistema JIT deve funcionar? O que envolve a aplicação desse método empresarial nas instalações de armazenagem? Para um armazém adaptado à metodologia just in time é inevitável:

1. Contar com um ‘layout’ adequado onde prevaleça a agilidade dos processos

A distribuição da mercadoria no armazém deve ser realizada em função da rotatividade ou giro de estoque de cada referência. Para isso, é fundamental selecionar os sistemas de armazenagem adequados, para ajustá-los às necessidades.

Por exemplo, um armazém automático miniload reduz o espaço necessário para armazenar produtos pequenos de baixa rotatividade. Enquanto os produtos com maior demanda devem estar disponíveis em estantes destinadas ao picking.

Além disso, o layout de um armazém eficiente deve estar orientado para reduzir os percursos dos operadores. Em muitos casos, sistemas automáticos como os circuitos de transportadores facilitam o fluxo de mercadorias no interior do armazém permitindo economizar tempo e recursos.

Da mesma forma, as áreas de acesso dos armazéns que seguem o sistema just in time devem estar preparadas para enfrentar o recebimento e expedição da mercadoria com tempos muito ajustados, normalmente em forma de lotes menores e numerosos. Os sistemas automáticos de carga e descarga são uma boa solução para agilizar esses processos.

Os sistemas automáticos facilitam a carga e descarga das mercadorias, um aspecto fundamental para o sistema JIT
Os sistemas automáticos facilitam a carga e descarga das mercadorias, um aspecto fundamental para o sistema JIT

2. Operar com a máxima precisão e ter um controle constante do inventário

O sistema JIT (just in time) implica um alinhamento perfeito de todos os componentes da cadeia de suprimentos. Os programas de gestão de armazéns são capazes de controlar e gerenciar as operações do armazém, eliminando a improvisação nos processos logísticos.

Um sistema de gerenciamento de armazém como o Easy WMS permite:

  • A sincronização de todos os elementos envolvidos na atividade do armazém, assim como dos restantes participantes que interferem na cadeia de suprimentos. Por exemplo, o Easy WMS organiza as tarefas no armazém, além de facilitar a coordenação com as principais agências de transporte através do módulo Multi Carrier Shipping.
  • Otimizar o estoque graças à seleção inteligente de localizações no armazém. Além disso, a rastreabilidade da mercadoria também está garantida o tempo todo graças ao WMS.
  • A eliminação de erros, pois auxilia em tarefas cruciais como a preparação de pedidos ou o recebimento e expedição da mercadoria. O objetivo é ganhar rapidez e não deixar nada improvisado.

A digitalização e a integração da cadeia de suprimentos no âmbito da logística 4.0. estão preparando o terreno para a aplicação dos preceitos do sistema just in time no armazém. Nesse contexto, a contratação de um WMS se torna imprescindível para alcançar o nível de eficácia exigido.