Dias de estoque: o tempo vale ouro no armazém

28 Abril 2022

Durante quanto tempo devo armazenar os produtos antes de expedi-los, seja para distribuí-los aos clientes ou para enviá-los às linhas de produção?

Os dias de estoque indicam o tempo em que os artigos de uma empresa ou armazém permanecem armazenados. Com essas informações podemos planejar melhor as reposições, identificar produtos com um custo excessivo de armazenagem ou comparar a rentabilidade de nosso negócio com outros similares.

Neste artigo aprofundamos este conceito, em sua importância e na fórmula para calcular esse dado.

Dias de estoque: definição e importância

"Dias de estoque" é um KPI (Indicador-chave de desempenho) logístico e também contábil. Esse indicador nos informa sobre os dias que são necessários para renovar completamente o estoque de nosso armazém, comparando o valor econômico do estoque armazenado e o vendido. Tal conceito também é conhecido como day sales of inventory, inventory day of supply, days inventory outstanding ou inventory period.

Os dias de estoque exercem um impacto direto na liquidez da empresa, uma vez que uma correta administração da mercadoria proporciona uma maior rentabilidade. O cálculo, que serve para analisar os custos de armazenagem, evidencia que quanto menos tempo um artigo passe no armazém, menor será seu custo. Pelo contrário, um índice elevado de dias de estoque indica, normalmente, que a firma não está gerenciando bem seu estoque ou que atravessa problemas para vender. Esses indicadores, para fazerem sentido, devem ser comparados com armazéns ou empresas de características análogas.

Fórmula para calcular os dias de estoque

A fórmula para calcular os dias de estoque é a seguinte:

Dias de estoque = Valor médio do estoque diário / (Valor dos bens vendidos anualmente / 365)

Para começar, a média do estoque diário se refere ao valor do estoque médio armazenado em um dia. Poderia ser obtido através da média entre o valor informado no início e final do período contábil (por exemplo, no final do ano fiscal). Nesse caso, seria calculado da seguinte forma:

Valor médio do estoque diário = (Estoque início ano + Estoque final ano) / 2

Aqui, o denominador da fórmula, o custo dos bens vendidos, se refere ao valor da mercadoria que expedimos anualmente. Dividimos essa cifra por 365 (consideramos um ano por ser um período simples para analisar o desempenho da empresa) e obter a média diária do estoque vendido.

O resultado da fórmula será o número de dias que demoramos para renovar por completo o estoque de nosso armazém (ou o grupo de bens que estivermos analisando).

Exemplo de cálculo dos dias de estoque

Imaginemos uma empresa que no início do ano registra um estoque de R$ 220.000 e que finaliza o mesmo com um estoque de R$ 260.000. Vamos supor também que o valor dos bens vendidos nesse ano é de R$ 5.800.000. Com todos esses dados, podemos calcular os dias de estoque da seguinte forma:

Comecemos pela média de estoque:

Valor médio do estoque diário = (220.000 + 260.000) / 2 = R$ 240.000

Com esse resultado, completamos a fórmula dos dias de estoque:

Dias de estoque = R$ 240.000 / (R$ 5.800.000 / 365 dias) = 15,10 dias

Os produtos permanecem no armazém, em média, 15,10 dias. Avaliar se esse tempo é muito ou pouco dependerá do tipo de negócio. Por exemplo, quando se trata de mercadoria perecível, esse valor deveria ser de poucos dias. No entanto, com produtos de grande valor e baixa rotatividade (como os de uma concessionária), os períodos podem ser bastante longos, inclusive de semanas. Seja como for, o objetivo de qualquer empresa é reduzir seus dias de estoque ao mínimo possível de seu setor.

O controle do estoque e os dias de estoque contribuem para uma logística fluida e um excelente serviço ao cliente
O controle do estoque e os dias de estoque contribuem para uma logística fluida e um excelente serviço ao cliente

Dias de estoque ideais

Qual é o tempo de armazenamento ideal de um produto? Não existe uma resposta exata a essa pergunta, embora sempre devemos tentar que seja o menor possível. Isso dependerá de cada empresa e de fatores como o capital disponível, a demanda dos clientes ou o lead time dos fornecedores.

O primordial é mover o estoque quanto antes para voltar a se reabastecer e vender mais. Dessa forma, obteremos maiores lucros que poderemos reinvestir, por exemplo, melhorando nossos sistemas de armazenagem. Tal como em um armazém automático, que nos permitiria aumentar nossa capacidade útil de armazenamento e expedir mais rápido para, novamente, aumentar a rentabilidade da instalação. Em todo esse processo é fundamental determinar o estoque ideal, ou seja, aquele que permite atender nossa demanda com segurança (sem quebras de estoque), mas com o menor custo de armazenagem possível (evitando o excesso de estoque).

Em suma, qualquer negócio deve analisar o período de tempo necessário para distribuir todo o seu estoque, considerando que alguns produtos podem ter uma data de validade e, portanto, não podem ser comercializados após seu vencimento. Com um sistema de gerenciamento de armazém podemos priorizar a expedição de produtos que correm o risco de se deteriorar.

Os dias de estoque ideais são aqueles que garantem a máxima rotatividade dos estoques, ao mesmo tempo que uma entrada e saída fluida dos produtos
Os dias de estoque ideais são aqueles que garantem a máxima rotatividade dos estoques, ao mesmo tempo que uma entrada e saída fluida dos produtos

Como reduzir os dias de estoque?

Para que os produtos permaneçam armazenados durante o menor tempo possível devemos fazer um planejamento da demanda, pois isso nos ajudará a determinar a quantidade de produtos necessária para nossas vendas. Com essa informação, é possível articular o aprovisionamento da mercadoria e organizar a preparação e expedição dos pedidos.

Um gerenciamento correto dos estoques no armazém também repercute em uma redução dos dias de estoque. Uma das formas de reduzir esse indicador é implementando critérios do tipo just-in-time, que permitem gerenciar unicamente os produtos indispensáveis no espaço exato e no momento preciso, conforme chegam os pedidos.

Em qualquer caso, o ideal é ter um sistema de gerenciamento de armazém, como o Easy WMS da Mecalux. Esse sistema não só incorpora regras e algoritmos para atribuir uma localização a cada produto (o que se conhece como slotting), como também organiza as tarefas dos operadores para serem mais eficientes. Dessa forma, os pedidos podem ser expedidos com maior rapidez reduzindo os dias de estoque.

Gerenciar melhor para reduzir os dias de estoque

A prioridade de qualquer empresa é ter um gerenciamento correto de sua mercadoria. Quantos menos dias a mercadoria permanecer armazenada, provavelmente melhor será o gerenciamento e maior a rentabilidade da organização. Pelo contrário, se um produto estiver armazenado durante muito tempo, não só representa um custo, como também existe o risco de ficar obsoleto.

O primeiro passo para tirar o máximo partido do armazém é através de um programa de gerenciamento de armazém, como o Easy WMS da Mecalux. O programa digitalizará os processos de entrada e saída das mercadorias, atribuindo a localização adequada ao produto de acordo com critérios e regras estabelecidos previamente. Isso permitirá acelerar os fluxos e melhorar as métricas do armazém. Entre em contato conosco para que um especialista da Mecalux possa ajudá-lo a acelerar sua logística.